quinta-feira, 19 de maio de 2011

A Lei de Deus e o sexo - Homossexualismo

Este texto é parte do trabalho de conclusão do curso de teologia e está sendo trabalhado para tese de mestrado: "A Lei de Deus e o Sexo" - Os preconceitos formados sobre sexo é fruto da sua vida espiritual.
____________________________________________________________________________________
Homossexualismo
2 Pedro 2.13 “...recebendo injustiça por salário da injustiça que praticam. Considerando como prazer a sua luxúria carnal62 em pleno dia,quais nódoas e deformidades, eles se regalam nas suas próprias mistificações, enquanto banqueteiam junto convosco...”


Estamos em plena transição para o apogeu do homossexualismo como nunca houve antes na face da terra. Países e mais países estão criando e estabelecendo leis que defendem equivocadamente, não os homossexuais, mas as práticas homossexuais.
Há um ensejo em todo o mundo de que se defendam estes que tanto sofreram no mundo. Uma estratégia satânica favoreceu o que está acontecendo hoje. Líderes governamentais de todo o mundo e em todos os níveis, ao longo dos anos omitiram suas preferências, e/ou tendências63 homosexuais, para convocar uma justa luta contra a opressão heterossexual. Não é só no mundo que esta tendência adentrou,
mas a igreja também vem sendo impelida para esta realidade pecaminosa.
____________________________________________________________________________________
Homossexualidade e história
Era comum a vida homossexual, principalmente na alta sociedade, entre os governantes, em todas as classes sociais em um passado distante. Contudo, era uma afirmação deliberada de depravação sexual, espiritual, visto que essas proeminentes sociedades homossexuais de outros tempos, assim eram por sua afirmação religiosa.
Afirmações essas a favor de deuses pagãos e em detrimento da revelação divina. Da mesma forma acontecia em sociedades que remontam aos primórdios da humanidade. Mas desde o passado até hoje o tratamento pessoal entre heterossexuais e homossexuais divergiram bastante, como os próprios homossexuais reconhecem64.
Esse tratamento variou entre a aceitação, a valorização, a repressão ou simplesmente a tolerância. Mas estou convicto que em todas as circunstâncias em que a repressão quanto à homossexualidade ocorreu, as partes envolvidas não chegaram em um acordo para determinar se o que estava sendo julgado era o homossexual, o ato homossexual, ou ambos. O que se pode dizer sobre isso é que diante de Deus e de sua Revelação, ambos são julgados como incoerentes com a vontade d’Ele. Diante
dos homens não se pode julgar simplesmente o homossexual porque é homossexual, mas porque é um pecador, carente de Deus, tanto como qualquer outro, como eu e vocês fomos um dia, carentes de salvação. E quanto aos atos que praticam, estes podem ser julgados sim, visto que cremos que todo e qualquer pecado deve ser exposto,
condenado e tratado pela igreja, se esse praticante for membro dela. Caso não seja o tratamento que deve ser deferido a ele deve ser o mesmo que a qualquer outro pecador que ainda não foi lavado no sangue do cordeiro.
Um exemplo dessa valorização dada ao comportamento homossexual pode ser comprovado na sociedade que gerou o nome que se tornou o símbolo espiritual desse pecado, na sociedade da destruída cidade de Sodoma. Daí vem a palavra que define o comportamento homossexual: sodomia, e também do seu adepto, o sodomita.

Ló e sua família foram morar em Sodoma por ocasião da separação de seu tio Abraão. E estando eles por lá, O próprio Deus65,juntamente com dois anjos vieram a terra com a finalidade de destruir a cidade de Sodoma e também de Gomorra66.
Ao chegarem dois, dos três seres celestiais em Sodoma nem eles escaparam da perversidade espiritual e moral dos homens daquele lugar. Os moradores da cidade foram até a casa de Ló e mandaram que Ló colocasse aqueles homens que haviam entrado em sua casa, para fora, a fim de que, conforme o texto, “abusemos deles”.
67 O restante da história é famoso, a cidade foi totalmente destruída.
E até hoje, segundo várias escavações arqueológicas, a extensão de mais de 30 Quilômetros a sudoeste do mar Morto o que se encontra são pedras, cinzas e bolas de enxofre, de um tipo que não se encontra em nenhum outro lugar no mundo, e que foram cientificamente examinadas e determinado que elas haviam passado pelo fogo antes de atingirem aquele local.68 A fúria divina demonstrada com este ato de justiça mostra sua repulsa a esse tipo de comportamento que era tão valorizado não só pelas sociedades daquelas duas cidades, mas por todo o mundo antigo pagão.
Outros textos trazem claramente a aversão de Deus quanto ao comportamento homossexual. O texto clássico de Romanos 1.18 e versos seguintes evidencia essa repugnância de Deus a esta prática. No verso 24 vemos o termo atimazw (atimazo), que significa, desonrar. Mas esse desonrar não se trata somente do ato homossexual
em si, mas diz respeito também a palavras e pensamentos. Portanto, até brincadeiras que são comuns entre os heterossexuais, acerca dos homossexuais, devem ser evitadas. Neste texto trata-se de uma desonra entre os homens, o que de fato Deus não aprova. Em outras palavras, usar um homem como se ele não fosse homem, mas uma
mulher.
____________________________________________________________________________________

Liberdade de culto x libertinagem sexual
Estamos diante de uma verdade bíblica que está sendo oprimida pela contemporaneidade do retorno pagão às praças à vida comum e com toda a liberdade.
O que antes era uma abominação a Deus, como a mudança de sexo, como se vê em Deuteronômio 23:1: “Aquele a quem forem trilhados os testículos ou cortado o membro viril não entrará na assembléia do SENHOR”, agora é a lei dos homens indo contra diretamente à Palavra de Deus tornando-se em uma ditadura homossexual. Por que a lei dos homens, em vários países, inclusive no Brasil, se já não proíbe, está em estudo para se proibir toda e qualquer expressão, mesmo dentro das igrejas, que fale contra a “liberdade sexual”, ou a famosa “opção sexual”, a que eu chamo de libertinagem sexual. Este movimento está ocorrendo em várias partes do mundo,
mudando as características cristãs que perduraram durante séculos, o que no fundo, no fundo, os homossexuais também sabem que estão errados, contudo estão se vangloriando dessa mudança.
Suas vidas são evidências que não lhes deixam escapar dessas verdades. São pessoas que se escondem atrás de uma máscara de uma alegria falsa e melancólica que conduz em quase cem por cento dos casos, ao consumo de álcool, drogas, atentado ao pudor,
todos os níveis de violência e até assassinatos, o que é encoberto pela mídia que está a favor desse movimento. Enquanto que o culto a Deus, nossa liberdade de expressão religiosa está sendo massacrada nos senados, câmaras de deputados e gabinetes presidenciais.
___________________________________________________________________________________
Atualidade
Hoje estamos caminhando para um renascimento do passado. O paganismo está em ascensão. Cultos orientais, pagãos, estão sendo absorvidos pelo ocidente de tal forma que está modificando a estrutura da humanidade, primeiramente na Europa, depois na América e agora, com a globalização em todo o mundo. Pessoas de influência
da mídia estão se mostrando cada vez mais adeptos do paganismo, influenciando a massa que, via de regra, como diria John Locke (1632-1704), é Tábula Rasa, preenchida pela experiência diária e não pela revelação objetiva de Deus.
Testemunhos em todo o globo mostram que o movimento que incentivou a teologia da libertação, o feminismo e o homossexualismo de mãos dadas, souberam como proceder para fazer a humanidade retroceder na história. Sob um discurso de igualdade, o gênero humano está desaparecendo e em seu lugar tem ressurgido um comportamento que já foi visto antes na história e que dominava o mundo antigo, desde o tempo dos primeiros pais, a androginia.
A religião pagã que é contra tudo o que foi revelado na Bíblia, e tem seus princípios e práticas em uma vida sexualmente sem parâmetros, sem certo e errado, deixando o próprio criador do sexo, Deus, fora do contexto de suas vidas. Isso é o que está assumindo, na mente das pessoas, como o novo deus deste século. Agora como
a besta que emerge da terra profetizada em Apocalipse69, a religião pagã está conseguindo de todas as formas apagar a noção de Deus da humanidade.
São várias as frentes de ataque que tentam sufocar a revelação de Deus, bem como os princípios espirituais que regem a ética humana, ou pelo menos regiam com mais intensidade, aplacando o furor da total depravação da humanidade, pela graça e misericórdia de Deus. Não quero dizer com isso que Deus esteja enfraquecendo,
mas que a história caminha para um fim já conhecido de todos os cristãos, a gloriosa volta de Cristo. Todas as idéias, ideologias e princípios que estão circulando no mundo, estão empurrando a humanidade para o que Cristo apontou que seria um dos maiores sinais de sua vinda, a apostasia70. E nada disso foge à soberania divina.
Leis vêm sendo escritas, votadas, homologadas, sancionadas e publicadas nos D.O.U. de cada país a favor do homossexualismo. Escolas públicas de todos os níveis, seja fundamental, médio ou universitário, estão abraçando e defendendo a causa gay. Crianças e adolescentes estão sendo manipulados por essa ideologia falaciosa
de liberdade e igualdade, que as faz tropeçar71 desde cedo no caminho de sua formação como homem, como mulher, como seres criados à imagem de Deus, com sua moral, que nos foi incutida no ato da criação e deturpada com o ato pecaminoso de Adão e mesmo depois da queda ainda permanece um resquício dela.
O fato é que, já que a história caminha para um fim prédeterminado, e o que nos resta a fazer é viver estes dias na santa ansiedade de buscar o Senhor, enquanto se pode achar, invocá-lo enquanto está perto. Tendo essas leis tomado corpo e força, não haverá espaço para um cristão autentico subir em um púlpito e falar da lei de Deus, sem sofrer as conseqüências, por que um devasso espiritual e conseqüentemente, sexual, ficou ofendido com suas palavras.
A perseguição está a caminho e em alguns lugares já se faz presente.
Eliminando-se a moralidade divina, tudo passa a ser permitido, e o próximo passo para a libertinagem sexual é o que Peter Jones chama, em seu livro “O Deus do Sexo”, de Pansexualidade. Quando se poderá ter a livre escolha de ser quem você quiser, quando você quiser e com quantos você quiser, jogando a coroa da criação no lixo, a criação do homem e da mulher como instituição divina, sendo esta instituição o núcleo familiar. A família, então perde sua razão existencial, passando a ser um mero acaso promovido pelo desejo sexual decaído. A figura de pai e mãe, já não existirá, visto que seu pai poderia ser muito bem sua mãe, ou sua mãe, na verdade seria seu pai, ou até a sua tia, quem sabe? O mundo enlouqueceu.

________________________________________________________________________________
62 Vida efeminada
63 Uso este termo dizendo respeito ao pecado inerente a todo ser humano, a corrupção da raça.
64 http://www.glx.com.br/glx.php?artid=807 (acessado em 21 de janeiro de 2009, às 17:53).
65 A crença geral é que se trata da segunda pessoa da Trindade, Jesus Cristo.
66 Gênesis 18.17
67 Gênesis 19.5
68http://www.mucheroni.hpg.com.br/religiao/96/arqueologia/sodoma1.htm (acessado em 21 de janeiro de 2009 às 18.22)
69 Ap 13:11
70 2 Ts 2:3
71 Mt. 18:6

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A todos os leitores peço que deixem seus comentários. Todos os comentários estarão sendo analisados segundo um padrão moral e ético bíblicos e respondidos à medida que se fizer necessário.